Tiradentes: o Patrono das Polícias Militar e Civil

Por
Atualizado em: 21 de abril de 2017

Joaquim José da Silva Xavier, conhecido como Tiradentes, escreveu seu nome na história brasileira como mártir da Inconfidência Mineira. Morto por enforcamento em 21 de abril de 1792, tornou-se o Patrono das Polícias Militar e Civil por seus ideais de liberdade e igualdade. No dia de hoje, a Associação da Vila Militar expressa sua homenagem a essa figura tão importante para a nação. “Estimamos que suas aspirações se elevem acima de todos os problemas e que o país possa encontrar o rumo do desenvolvimento harmonioso, em benefício de sua gente”, diz o Coronel Washington Alves da Rosa, presidente da AVM.

Tiradentes foi o apelido que ganhou por também atuar como dentista. Ele ingressou na carreira militar como alferes do regimento de cavalaria e como lutou pela emancipação e independência do Brasil em relação à Coroa Portuguesa.

Ele foi condenado à forca e no dia 21 de abril, antes do cumprimento de sua sentença, declarou: “Jurei morte pela independência do Brasil, cumpro a minha palavra!”.

Por lutar por ideais de liberdade e soberania nacional, Tiradentes recebeu o título de Patrono da Nação e também de todos os policiais brasileiros.

12912855_1021687797911298_1657049757_n