Auxílio Funeral

Com a força associativa de cada um dos integrantes da família miliciana, a Associação da Vila Militar proporciona um relevante serviço assistencial por ocasião de falecimento de associado ou dependente, minimizando as dificuldades e o sofrimento das famílias que perdem um ente querido..

 

Como Funciona:

O DAF/AVM presta assistência funerária quando do falecimento de associado ou de seu dependente de direito, conforme Estatuto da Associação a esposa (o) ou companheira (o) legalmente habilitada (o) pela órgão previdenciário do Estado; filho menor de 21 anos não emancipado; filho maior de 21 até 25 anos cursando 3º grau, comprovado com declaração de escolaridade ou dependente por concessão do Regimento Interno do DAF/AVM pai e mãe de associado solteiro e sem dependente; pai e mãe de associado (a) casado (a) com associada (o), ambos sem dependentes.

Na Capital a assistência é prestada pelo plantão do DAF/AVM (Rua Santo Antônio, 430)

Telefones do Plantão (41) 3332 6383 e (41)9 8419 1051

  • Orientação sobre os procedimentos a serem adotados com referência a funerária sorteada por meio de escolha aleatória no Serviço Funerário Municipal (SFM);
  • Preenchimento de uma ficha de atendimento com dados do solicitante e do falecido(a);
  • Acompanhamento ao SFM, aguardando o sorteio e indicação da funerária que prestará o serviço;
  • Contato com o agente funerário, passando a ele a responsabilidade pela realização do funeral;
  • O local do velório, fica a critério do associado ou de parente responsável a escolha pelo uso da capela do DAF/AVM, sem despesas, ou por outro local, por conta do solicitante.

Os custos do funeral serão pagos pela AVM diretamente à funerária que prestou os serviços com urna referência 10 da tabela do Serviço Funerário Municipal.

Na Região Metropolitana, Litoral e Interior do Estado, o auxilio funeral será prestado por serviços funerários realizados por funerária parceira e custeada pelo DAF/AVM, salvo em casos extraordinários analisados pelo Diretor do DAF, será paga a importância do Auxilio Funeral fixado pela Diretoria Executiva, a quem custeou as despesas do funeral mediante apresentação de nota fiscal da funerária, junto com a documentação encaminhada através dos representantes da Associação nas OPM/OBM ou diretamente no DAF. Na dúvida, consultar o representante da AVM na unidade local ou o DAF pelos telefones (41) 3332 6383 ou 84191051.

AUXÍLIOS FUNERAIS

De acordo com a Resolução nº 03/2016, de 31/03/2016, da Diretoria Executiva da Associação da Vila Militar, os auxílios funerais passaram a ser de:

Auxílio Funeral………………………………………………………….R$ 3.000,00; (quando o funeral não é custeado pela AVM)

Auxílio Funeral Complementar: ….……………………..……R$ 5.000,00; (quando da morte de associado fundador ou efetivo).

Auxílio Funeral Complementar Cônjuge:……………………..R$ 2.000,00; (quando da morte da(o) esposa(o) de associado(a)

– O Auxílio Funeral é pago a quem custeou as despesas com o funeral mediante apresentação de nota fiscal da funerária que prestou o serviço;

– O Auxílio Funeral Complementar é pago ao cônjuge sobrevivente ou companheiro(a) legalmente reconhecido(a), aos filhos menores ou dependentes legalmente reconhecidos;

– O Auxílio Funeral Complementar – Cônjuge é pago somente ao associado(a);

DOCUMENTAÇÃO COMPLEMENTAR

O DAF/AVM, no intuito de auxiliar os familiares nos momentos difíceis e evitar ação de intermediários nem sempre confiáveis, presta orientação sobre os processos administrativos e documentação necessária  referentes aos direitos decorrentes do falecimento do militar estadual associado, a serem encaminhados a:

Diretoria de Pessoal / PMPR – cota de auxílio funeral (um Subsidio) e resíduo de vencimento;

PARANAPREVIDÊNCIA– resíduo de proventos, auxilio funeral, seguro e pensão;

AVM – Auxílio Funeral Complementar; e filiação como associado(a) decorrente, para viúvo(a) do associado falecido;

Outros– seguros privados, planos de saúde, etc.

O DAF manterá jazigos em cemitérios na Capital e interior do Estado, destinados ao sepultamento de policiais militares e bombeiros militares, mediante solicitação prévia, por um período de três anos a contar da data de sepultamento.

A utilização dos jazigos na Capital e Região Metropolitana se dará por autorização do Diretor do DAF e no Interior do Estado por autorização do representante da AVM, mediante consulta prévia e/ou comunicação posterior ao DAF.