Regimento de Polícia Montada da PM comemora o 139º aniversário

Por
Atualizado em: 29 de junho de 2018

O Regimento de Polícia Montada “Coronel Dulcídio” (RPMon), unidade mais antiga da Polícia Militar do Paraná, comemorou nesta quinta-feira (28/06) o seu 139º aniversário com uma solenidade no bairro Tarumã, em Curitiba (PR). Durante a cerimônia foram entregues medalhas e honrarias àqueles que de alguma forma colaboraram com o crescimento e desenvolvimento do Regimento nos últimos tempos.

O evento contou com a presença do Diretor da Fábrica de Confecções da AVM, Coronel Sérgio Filardo, que esteve representando a Associação da Vila Militar, de civis e militares, bem como oficiais e praças da corporação, convidados e integrantes da comunidade.

A Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha, falou sobre a importância do trabalho social que o Regimento desenvolve. “A Polícia Militar, através do Regimento de Polícia Montada não tem feito só segurança pública, ele também tem oferecido qualidade de vida para aqueles que estão ao seu redor, nossa instituição se importa com as pessoas. A prova viva são os programas e projetos sociais e um deles é a equoterapia do RPMON”, destacou.

Em alusão ao seu aniversário de 139 anos, o RPMon agraciou civis e militares com a Medalha Heróis da Cavalaria, que foi instituída pela portaria do Comando-Geral Nº 791, de 11 de junho de 2008. A honraria é destinada a recompensar militares, civis e entidades públicas e privadas pela contribuição e pelo auxílio dispensados ao Regimento de Polícia Montada “Coronel Dulcídio”.

A coronel Audilene também foi uma das condecoradas com a medalha “Heróis da Cavalaria”. “Receber uma comenda da primeira unidade da Polícia Militar do Paraná é realmente um reconhecimento muito importante e nós temos que honrar essa unidade tão essencial e que tem um simbolismo, por ser a primeira e por seus grandes feitos em prol da comunidade Paranaense”.

O comandante do RPMon, major Elias Ariel de Farias, revelou que mudanças que estão sendo feitas no Regimento, como a renovação dos animais, das celas e da frota, além de melhorias nas garagens e pátios de manobras, o que também foi apontado pelo major como sonho e necessidade de muitas décadas da unidade.

“Além de todas essas melhorias estruturais, nós conseguimos também rever a legislação que regula e autoriza a reprodução animal na PM, especialmente aos seus equinos. Isso representa um salto de qualidade gigantesco. A capacidade de, a partir de nossa comunidade, produzirmos espécies equinas de alto valor genético, adequado ao nosso tipo de policiamento e às nossas necessidades”.

O major ainda destacou a importância social do Regimento em sociedade. “Comemoramos nesses 139 anos, 21 anos do projeto de equoterapia, um projeto absolutamente gratuito que hoje atende 150 famílias carentes do estado do Paraná, já com uma lista de atendimento de quase cinco mil famílias na espera”.

TEMPO DE SERVIÇO – Logo após, foi feita a entrega de Medalha Policial Militar de ouro, prata e bronze que homenageia os militares estaduais que completaram 30, 20 ou 10 anos de carreira pelos excelentes serviços prestados à corporação e tem um bom desempenho em suas funções. Para o Major Elias receber esta medalha, enquanto comandante do Regimento, é um momento de muita felicidade. “Estou muito feliz com essa honraria, pois eu estou cumprindo com o compromisso de ser um policial militar há anos e com a energia para permanecer por mais 30 anos se assim me fosse permitido”.

Há 20 anos na corporação, o capitão Silvio Roberto Toaldo recebeu durante a solenidade a medalha Policial Militar de Prata e falou sobre a motivação para continuar na corporação. “Os obstáculos são numerosos, mas a motivação também é, a gente vê as dificuldades que temos que enfrentar no dia a dia, mas é diante delas que a gente cresce”.

RECONHECIMENTO – A Secretária da Comissão de Orçamentos da Assembleia, Ana Beatriz Silva do Prado, foi uma das civis condecorada com a medalha Heróis da Cavalaria. Segundo ela, ajudar o Regimento com as questões legislativas é uma forma de fazer a diferença em sociedade. “A gente faz não pensando em recompensa, e sim em ajudar, e para mim foi muito gratificante, receber esta medalha, não tenho palavras para explicar o quão emocionada fiquei”.

Durante a solenidade a coronel Audilene e o major Elias descerram a placa e e inauguraram a “Sala da Memória” do Regimento de Polícia Montada Coronel Dulcídio, que conta a história preservada com o intuito de dignificar e honrar as gerações futuras.

Para encerrar a cerimônia a tropa fez o tradicional desfile em continência às autoridades com os pelotões de lanceiros, Choque Montado, Cavalaria, um pelotão do Colégio da Polícia Militar (CPM) e dois praticantes da equoterapia acompanhados pelos seus instrutores. Em seguida todos os presentes foram convidados a participarem de um delicioso coquetel.

HISTÓRIA – O RPMon, unidade operacional mais antiga da PMPR, iniciou-se na seção de Cavalaria da Província do Paraná que foi criada pela lei nº 522 de 28 de junho de 1879. No decorrer dos anos a cavalaria participou dos episódios mais marcantes da história do estado, como a Revolução Federalista e a Guerra do Contestado.

Desde 1890, exceto nos períodos de conflito, a unidade sempre foi classificada como esquadrão, porém em 1955 passou a denominar-se como Corpo de Polícia Montada, composto por dois esquadrões convencionais, um de metralhadoras e uma banda de clarins.

Já em 1968 passou a chamar-se Regimento de Polícia Montada com a denominação de coronel Cândido Dulcídio Pereira, conservando na maior parte do seu plantel viaturas automecanizadas, restando naquele tempo apenas um esquadrão de polícia montada.

Em 07 de junho de 2006, com a edição do decreto nº 6.733, o RPMon foi desmembrado com a criação do 20º Batalhão de Polícia Militar e passou, a partir de então, a contar com quatro esquadrões de Polícia Montada e a desempenhar suas atividades utilizando, exclusivamente, o processo de policiamento hipomóvel em todo território paranaense.

 

Participaram da solenidade a Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha; o chefe do Estado-Maior e representante do Subcomando-geral da PM; coronel Antônio Zanatta Neto; o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Fábio Mariano de Oliveira; o Diretor de Saúde, coronel Mauro Fernando Kurten Ihlenfeld; o Chefe da 5ª Seção do Estado Maior, tenente-coronel Vanderley Rothenburg; o Chefe do Estado Maior do 1º CRPM, tenente-coronel William Kuczynski; o comandante do 23º Batalhão da PM, tenente-coronel Nivaldo Marcelos da Silva; o comandante do BPtran, tenente-coronel Nasson Polak; o comandante do 12º BPM, tenente-coronel Wagner Lucio dos Santos; o comandante do 20º BPM, tenente-coronel Mario Henrique do Carmo; o comandante do RPMon, Major Elias Ariel de Farias;

Participaram também o Presidente da FETRANSPAR, coronel da Reserva Remunerada Sergio Luiz Malucelli; o Presidente da ASSOFEPAR, coronel da Reserva Remunerada Izaias de Farias; o ex-comandante do Regimento e representante da AVM, coronel da Reserva Remunerada Sergio Filardo; o ex-comandante do Regimento, tenente-coronel da Reserva Remunerada Lourival da Cunha Sobrinho; o ex-comandante do RPMon, tenente-coronel da Reserva Remunerada Wilson Rogério Valla; o comandante do 5º Batalhão Logístico, tenente-coronel Kron; os Deputados estaduais, Pedro Lupion, Luiz Cláudio Romanelli, Delegado Rubens Recalcatti; o ex-senador e ex-vice-governador do Paraná, Flávio Arns; A Secretária da Comissão de Orçamentos da Assembleia, Ana Beatriz Silva do Prado; o Diretor do Centro de Diagnóstico Água Verde, Doutor André Luiz Madureira de Oliveira; o Secretário Municipal de Pinhais, Ricardo Pinheiro.

 
Fonte: Site PMPR

Curitiba, 28 de junho de 2018. 139º Aniversário RPMon

Curitiba, 28 de junho de 2018. 139º Aniversário RPMon

Curitiba, 28 de junho de 2018. 139º Aniversário RPMon

Curitiba, 28 de junho de 2018. 139º Aniversário RPMon

Converse no WhatsApp