História e tradição marcam Dia do Patrono da Polícia Militar

Por
Atualizado em: 17 de maio de 2018

A Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), símbolo de ensino e disciplina da Polícia Militar, foi palco da cerimônia de comemoração ao Dia do Patrono da PM Coronel Sarmento na manhã desta quinta-feira (17/05). A cúpula da Corporação, bem como representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário acompanharam o evento. Militares estaduais foram agraciados com honrarias e medalhas por seus méritos no serviço à comunidade.

“O coronel Sarmento é um ícone para a Corporação, símbolo de coragem, de servir à sociedade, pois sofreu em seu próprio corpo feridas em razão das batalhas que lutou, e não tem como deixar de reverenciar alguém que é uma referência para toda a Polícia Militar, então todos os anos comemoramos essa data”, disse a Comandante-Geral da PM, coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha.

Durante a solenidade a Polícia Militar prestigiou os oficiais e praças da corporação que concluíram 30, 20 e 10 anos de serviços prestados. Para tanto, foram entregues as medalhas “Policial Militar” de ouro, prata e bronze. Também foram condecoradas com a medalha Coronel Sarmento, maior honraria da Corporação, e a medalha Mérito, às personalidades da sociedade civil e militares estaduais que contribuíram de alguma forma para a segurança pública.

“É gratificante para mim como cabo da Polícia Militar receber a medalha Polícia Militar de Ouro. Já passei por vários lugares da PM e fui agraciado pelo bom trabalho desenvolvido e continuarei na ativa fazendo o melhor. Agradeço a todos que me apoiaram nesse momento tão maravilhoso da minha vida”, disse o cabo Claiton Pereira, do 22º Batalhão de Polícia Militar.

O Chefe do Estado Maior da PM, coronel Antônio Zanatta Neto, foi condecorado com a medalha Sarmento e acrescentou que o reconhecimento se deve ao apoio de seus superiores e também dos subordinados. “É o coroamento dessa carreira que desde 1987 quando entrei no quadro da PM. É uma grande responsabilidade receber hoje essa honraria e me enche ainda mais de satisfação e motivação para atuar no planejamento estratégico e a elaboração de futuros projetos a serem realizados pela Corporação”, salientou.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Julio Reis, enalteceu o culto às tradições e aos que são referência em dedicação e desprendimento pela causa pública. “A PM está de parabéns por separar um dia de trabalho para homenagem, primeiramente ao seu patrono, coronel Joaquim Sarmento, pela história que tem na Polícia Militar, mas mais do que isso, reconhecendo o papel dos policiais que são verdadeiros heróis, que no dia a dia salvam pessoas e evitam crimes”, afirmou.

A coronel Audilene também foi homenageada e recebeu a medalha Tenente Max Wolf Filho, da Legião Paranaense do Expedicionário, condecoração histórica constituída pelos ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial que fizeram parte da Força Expedicionária Brasileira (FEB).

As tropas representativas das unidades da PM e do Corpo de Bombeiros, com majestade e elegância, perfilaram-se diante do palanque de autoridades com brados de ordem durante o desfile. Participaram da atividade pelotões da APMG com os cadetes do Curso de Formação de Oficiais (CFO), o 1º CRPM, o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o Batalhão de Polícia Ambiental (BPMA), Regimento de Polícia Montada (RPMon), o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC) e o Corpo de Bombeiros.

CORONEL SARMENTO – O Coronel Joaquim Antônio de Moraes Sarmento foi reconhecido patrono da Polícia Militar do Paraná por ter dedicado sua vida à corporação e pela luta na “Campanha do Contestado”, em 1912, na qual teve o olho ferido.

Nasceu no dia 17 de maio de 1882 e ingressou na Polícia Militar em 1907. Participou de todas as operações revolucionárias travadas pela corporação entre 1912 e 1926, comandando a tropa paranaense na “Revolução de 1924”.

Sarmento foi para a reserva em 1926, sendo chamado à ativa em 1929 pelo período de um ano, sendo definitivamente reformado em 1930. O coronel faleceu no dia 21 de Abril de 1934, dia de Tiradentes, patrono das polícias do Brasil.

PRESENÇAS – Acompanharam o evento o Chefe da Casa Civil, Dilceu Sperafico, o secretário estadual de Educação, Lucio Cortes, o secretário estadual de Segurança Pública, Júlio Reis, o Superintendente da ABIN, Roberto Ferreira Miranda, o deputado estadual Rubens Recalcatti, o Delegado-Geral da Polícia Civil, Nailor Gustavo de Lima, o Comandante do 20º BIB, coronel Gelson Rolim, o Comandante do CM, coronel Mesquita, representando o General Alessio, coronel Mauricio Lederer, o Subcomandante-Geral da PM, coronel Arildo Luis Dias, o Comandante da APMG, coronel Mauro Celso Monteiro, o coronel Iberê índio do Brasil, o desembargador do Tribunal de Justiça, Mario Ramidoff, o Vice-Presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Gilberto Ferreira, o juiz federal da 14ª Vara Federal, Marcos Josegrei, representante do CINDACTA II, tenente-coronel Cícero, o Presidente da Associação Comercial do Paraná, Gláucio Geara, o Presidente da Associação dos Magistrados, Geraldo Dutren, o Presidente da Legião Paranaense do Expedicionário, Raquel Reniê, Presidente da ASSOFEPAR, coronel Izaias de Farias, o Presidente da AVM, coronel Washington Alves da Rosa, além de oficiais e praças da Corporação.

Fonte: Site PMPR

Curitiba1 17 de maio de 2018 – Dia do patrono PMPR.

Curitiba1 17 de maio de 2018 – Dia do patrono PMPR.

Curitiba1 17 de maio de 2018 – Dia do patrono PMPR.

Curitiba1 17 de maio de 2018 – Dia do patrono PMPR.

Curitiba1 17 de maio de 2018 – Dia do patrono PMPR.

Curitiba1 17 de maio de 2018 – Dia do patrono PMPR.

São José dos Pinhais, 17 de maio de 2018 – Solenidade dia do Patrono da Polícia Militar – Cel. Sarmento

São José dos Pinhais, 17 de maio de 2018 – Solenidade dia do Patrono da Polícia Militar – Cel. Sarmento

São José dos Pinhais, 17 de maio de 2018 – Solenidade dia do Patrono da Polícia Militar – Cel. Sarmento