Coronel Barros passa para a reserva remunerada

Por
Atualizado em: 6 de dezembro de 2018

Depois de 35 anos de dedicação junto à PMPR, o Coronel Edimilson de Barros, comandante do Corpo de Bombeiros, encerrou na quarta-feira (05) o seu tempo de serviço ativo, passando para a reserva remunerada. O último dia de trabalho foi marcado por homenagens e muita emoção.

Ao retornar do interior do estado, onde participou de eventos de elevação da unidades BM na região, ele foi surpreendido no Aeroporto Bacacheri, às 22 horas, pela presença de todos os oficiais da guarnição de Curitiba e Região Metropolitana, que fizeram questão de recepcioná-lo ao fim de um dia tão especial.

“Foi uma das maiores emoções que senti na minha vida. A tropa está motivada, unida e de cabeça erguida. Isso me orgulha demais. Agora compreendo claramente a expressão: sentimento do dever cumprido”, afirmou ele.

Durante sua trajetória na Corporação, ele trabalhou no interior como Tenente e, posteriormente, teve grande relevância como comandante do litoral, com destaque para sua atuação na Operação Verão. Atuou também na Defesa Civil, como coordenador executivo, e neste ano de 2018, recebeu a grande missão de comandar o Corpo de Bombeiros, função que desempenhou com muita eficiência e profissionalismo.

De acordo com o presidente da AVM, Coronel Washington Alves da Rosa, o Coronel Barros
teve uma carreira de sucesso nas fileiras da PMPR. Revolucionou a Defesa Civil do Estado e, no curto espaço de tempo que teve frente ao Comando do CCB, conseguiu avanços históricos.

“Sentiremos falta do convívio diário, competente e dedicado do nosso grande amigo Coronel Barros, mas, conhecendo o perfil empreendedor dele, tenho certeza que logo ele estará desenvolvendo atividades junto à algum órgão do Estado ou iniciativa privada, devido ao seu grau de conhecimento técnico e pelo círculo de inúmeras autoridades que respeitam e reconhecem o potencial administrativo, operacional, técnico e humano”, afirmou o presidente da AVM.

 

× Converse no WhatsApp