Assembleia no Hotel da AVM discute aprovação de novo estatuto

Por
Atualizado em: 7 de novembro de 2018

Uma assembleia geral extraordinária será realizada no Hotel da AVM, em Foz do Iguaçu, nesta quinta-feira (08), às 09 horas, em primeira convocação, para discutir importantes alterações estatutárias.

No escopo de sanar o problema existente e ainda efetuar adaptações pontuais que modernizem o mecanismo de funcionamento da AVM, uma proposta foi elaborada e, após minucioso debate, foi chancelada pela Diretoria Executiva e pelo conjunto de diretores dos diversos departamentos que integram a Gestão Coração Miliciano, a qual será apresentada aos membros da Assembleia Geral, órgão máximo da entidade.

O projeto se pauta nos seguintes eixos estruturantes:

1 – Agregar à finalidade da associação a possibilidade de atuar como ENTIDADE REPRESENTANTE DE CLASSE;

2 – EXTINÇÃO DA REELEIÇÃO para o cargo de presidente da Diretoria Executiva e mudança do MANDATO DE 3 PARA 4 ANOS;

3 – Possibilitar o VOTO DAS PRAÇAS e a participação nas funções da Assembleia Geral, Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva, aplicando-se as ressalvas necessárias à preservação da hierarquia, da disciplina e da convivência harmoniosa dos associados;

4 – Adequação de direitos e de obrigações relativos a Centros Sociais e Recreativos do Interior do Estado (grêmios), associados decorrentes, processo eleitoral e concessão de auxílio funeral.

Alterações no processo eleitoral

No tocante ao processo eleitoral se mantém os prazos e o regime procedimental vigente, contudo, com a realização do pleito eleitoral em data única e não mais em dois dias. Ainda, como grande inovação, se propõe que as eleições sejam realizadas via internet, de forma a que cada associado tenha uma chave de acesso pessoal e vote nas chapas registradas com toda a comodidade e segurança.

Atualmente, a maioria das associações e entidades do gênero já adotam o processo eleitoral eletrônico, mediante a contratação de empresa isenta para a realização do pleito, com auditoria externa, de forma a promover um processo eleitoral seguro, célere, confiável e com menores custos para a entidade.

As mudanças buscam promover a evolução positiva da AVM, que é a maior associação de militares estaduais do Estado do Paraná, e, por certo, uma das maiores e bem estruturadas do Brasil, congregando hoje mais de 24 mil associados, entre integrantes do serviço ativo, inativos e associados decorrentes.

Converse no WhatsApp