AVM terá carência para reinclusão de associados a partir de 2018

Por
Atualizado em: 31 de outubro de 2017

A Diretoria Executiva apresentará ao Conselho Deliberativo da AVM proposta de implantação de período de carência para os casos de reinclusão no quadro associativo. O projeto deve ser deliberado na segunda quinzena de dezembro, quando ocorrerá a próxima reunião do Conselho.

A alteração tem como objetivo evitar o mau uso dos serviços da AVM por pessoas que, por exemplo, apenas se associam pouco antes da temporada de veraneio para uso das instalações das Colônias de Férias no Litoral, ou mesmo por saberem que um familiar com direito ao auxílio funeral está em grave situação de saúde, e, após satisfeitas as pretensões pessoais, solicitam o desligamento da Associação.

A ideia é instituir um período de carência de seis meses, para que o associado reincluído possa utilizar as instalações e os serviços da AVM, como as Colônias de Férias, o Hotel em Foz do Iguaçu com preços diferenciados, assistência jurídica, auxílio funeral, viagens, empréstimos consignados e demais benefícios.

Vale salientar que estarão sujeitos ao período de carência apenas as situações de reinclusão de associados. Os pedidos iniciais de policiais e bombeiros militares para filiação à AVM não sofrerão qualquer carência.

O período de carência deverá ser implantado a partir do mês de julho de 2018, dando, assim, prazo hábil para que todos possam retornar ao quadro associativo sem qualquer restrição.