A pergunta é… Qual o olhar de Deus para aqueles que estão sem rumo?

Por
Atualizado em: 11 de setembro de 2017
Todo policial ou bombeiro militar e seus familiares que tiverem interesse, poderão agendar com o Pr Paulo Quinelato, um horário para atendimento de aconselhamento, ou mesmo um bate papo sobre família ou outros assuntos. Ele estará presente na Sede da AVM, Rua Santo Antônio, 100, toda terça-feira das 16h às 19h. 
Para isto basta ligar no telefone (41) 9 9531-0076 ou enviar um e-mail no endereço pastorpaulo@avmpmpr.com.br 
 

 

A pergunta é…

Qual o olhar de Deus para aqueles que estão sem rumo?

 

Meditemos no texto:

 

Lucas 15.1-7

“Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles. Então, lhes propôs Jesus esta parábola: Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? Achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo. E, indo para casa, reúne os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que, assim, haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.”

 

 

O texto de Lucas que lemos revelam para nós que havia um clima de murmuração entre os líderes religiosos da época e a causa: Jesus se assentava junto a pecadores. Percebendo o sentimento, Jesus propõe essa parábola (ovelha perdida) para mostrar o seu interesse pelo homem. Encontramos nessa parábola quatro aspectos que revelam o coração de Jesus em relação à vida das pessoas.

 

1) A constatação de perda – Perder não é fácil para ninguém, o texto nos mostra que um homem perdera uma ovelha (v.4). O que poderia representar essa ovelha? Poderia ser um pecador apenas? Poderia ser a nação toda? Poderia ser o mundo inteiro? Não importa, a palavra nos afirma (Lucas 19.10) que Jesus veio buscar e salvar o que se havia perdido.  Jesus se preocupa demais com o homem que caminha sem direção e por isso perdido. (Você conhece alguém perdido?) 

 

2) Buscou-a com perseverança – Até achá-la (v 4). Foi perseverante, não descansou. Buscou-a por amor. Investiu, buscou-a com amor. Seu amor à ovelha perdida o levou a arriscar a sua própria vida para achá-la. Se você ainda se sente perdido, se ainda se considera uma ovelha desgarrada, Jesus está dizendo que Ele te ama e ponto de dar a própria vida para salvá-lo (João 3.16).

 

3) O encontro gera alegria no coração do Pastor – “E, achando-a, a põe sobre seus ombros, alegre” (v 5). Quando Jesus nos encontrou, quando nos encontra, há grande alegria. Jesus se aproxima toma-a com carinho, coloca-a nos seus ombros e a conduz ao seu aprisco. No aprisco Jesus limpa, trata as feridas, passa-lhes o remédio e a conduz novamente a pastos verdejantes e seguros (João 10.9). Se você já está no aprisco de Deus, renda-se querido(a) deixe Jesus tratá-lo, deixe Jesus curá-lo, deixe Jesus passar o remédio necessário, não resista, O MAIS DIFÍCIL ELE JÁ FEZ, QUE FOI ENCONTRÁ-LO.

 

4) Jesus é o bom pastor

  1. Jesus disse: “Dou a minha vida pelas ovelhas”(João 10.15). Não há maior amor do que este. Já provaste este amor?
  2. Jesus disse: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz… e me seguem” (João 10.27). Tens ouvido a voz de Jesus a chamar-te? Tens seguido?
  3. Jesus disse: “Dou-lhes a vida eterna” (João 10.28). Crê em Jesus e jamais perecerás

 

Conclusão: Ele te busca agora, renda-se a Ele. Ele deu a sua vida por nós lá na cruz do calvário (João 12.32) e quer te colocar nos ombros e sarar as tuas feridas. (Romanos 8.32).

 

Texto adaptado do Pr. Eduardo Villa Nova